24.1.08

tempo para trabalhar




Aquilo que mais preciso neste momento é tempo para trabalhar. Ficar algumas horas sem o Gaspar para conseguir produzir alguma coisa é muito difícil. Nos dias em que ele fica entregue aos avós parece que da minha cabeça explodem ideias, dos pés raízes para novas propostas. Sabe bem ficar algum tempo sozinha para me concentrar e pensar no meu trabalho...e, como o tempo é escasso e passa a correr (não me canso de o dizer)...bom fim-de-semana

Uma nova editora cheia de trabalhos "às riscas"
BY ZEBRA

6 comentários:

Edien disse...

Sei bem como se sente pois passo pelo mesmo.Quando são pequeninos absorvem-nos, de tal forma, que quando damos conta deixamos de ser a... e passamos a ser a mãe do...
Muitas vezes sinto um vazio enorme pois, apesar da maternidade ter sido a melhor coisa que já me aconteceu, sinto que tenho pouco tempo para mim.A ver se, quando forem mais velhinhos nos permitem olhar um pouco mais para o nosso umbigo :)Beijinhos e muita inspiração.

Lou* disse...

Sofro do mesmo.
E mais ainda porque se por um lado preciso desse tal tempo para mim também não consigo deixar de ficar preocupada/ansiosa com facto de não saber dela.
É um preço que já vai alto mas não sei se conseguiria perdoar-me a deixar a minha filha nas mãos de quem eu não confio.
E tudo piora pelo facto de não seguir uma educação muito convencional.

ritar disse...

porque não encontrar uma creche? a pergunta não é retórica, o "meu" sebastião tem 3 meses, a questão coloca-se cada vez mais premente...
um beijinho para cada,rita

manamagana disse...

sabes que o serviço de "babysister" está sempre pronto. Neste caso já preparado para as férias do carnaval, o que dizes a quatro dias sem filhote?

Juca disse...

Tenho a certeza que mesmo com a escassez de tempo irão surgir projectos e trabalhos lindos!

Bom fim de semana
Beijinhos

instantanés disse...

Não nos conhecemos e por isso é sempre difícil deixar comentários mais "pessoais" ... Venho todos os dias para admirar o seu trabalho, ler as coisas lindas que escreve e matar a saudade que tenho de Portugal ... É engraçado porque ainda ontem estava a falar deste "sentimento"" tão complexo, tão contraditório (que descreveu de maneira muito sensível) que sentimos nestes primeiros anos de maternidade. Longa, e por vezes difícil, aprendizagem que é ser pais ... Apesar destes meninos nos darem tanta felicidade ! Belle journée et à bientôt ...